Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Como obter o Índice-H de um periódico pela base Scopus?

Como obter o Índice-H de um periódico pela base Scopus?

por Eliane Colepicolo. — publicado 20/09/2016 10h30, última modificação 14/10/2016 10h51
Colaboradores: Elisabete Maria Angelon.
O Índice-H é um importante indicador de qualidade e relevância na produção científica. Saiba como ele é calculado para periódicos utilizando a base Scopus, da editora Elsevier.

O que é Índice-H?

O índice-H foi proposto em 2005 pelo professor Jorge Hirsch da Universidade da Califórnia. O seu método consiste em relacionar o número de publicações científicas com o número suas citações, tornando-se um parâmetro avaliativo de um autor.
Em pouco tempo este índice foi adotado não só para avaliar pesquisadores, mas também universidades, grupos de pesquisa e revistas científicas. A vantagem deste índice é sua simplicidade e objetividade, resumindo em um único número a produtividade e a relevância do trabalho científico.

Como se calcula o Índice-H de um periódico?

O Índice-H de um periódico é definido considerando o total de artigos publicados neste periódico em um determinado período, equiparando ao total de citações feitas a estes artigos. Por exemplo, um periódico que tenha um Índice-H 9 em um período de 2 anos significa que pelo menos 9 artigos receberam 9 citações no período.
Um conjunto de artigos selecionados com um Índice-H de 12 significa que, do número total de documentos selecionados, 12 dos documentos foram citados pelo menos 12 vezes.
É importante ressaltar que o Índice-H não é um valor estático, pois depende da amostragem utilizada para o cálculo. Por exemplo, dentro de um período de 1 ano, supondo que este ano seja 2013, o cálculo feito em 2014 pode ser diferente em 2015 ou 2016, pois o mesmo conjunto de artigos poderá receber mais citações nos anos posteriores.

Como obter o Índice-H pela Scopus?

Para obter o Índice-H dos periódicos da base Scopus (Figura 1) acessar a base por meio do Portal de Periódicos CAPES. Para acessar a Scopus a partir do  Portal CAPES, ler este artigo.

Figura 1: Scopus - Página Inicial

Figura 1: Scopus - Página Inicial

No site da Scopus, insira no campo de busca o nome do periódico e selecione a categoria "Source Title" (Figura 2).

Figura 2: Scopus Página Inicial Busca

Na página de resultados da busca, selecione todos os artigos usando a caixa de seleção e a opção "Select All". Em seguida, clique no menu ao lado, “View citation overview” (Figura 3).

Figura 3: Scopus - Página de Resultados

Na página de resultado do Citation Overview, encontram-se o Índice H do conjunto de artigos selecionados e a lista de artigos com suas respectivas citações ao ano, além de opções de filtro e gráficos (Figura 4).

Figura 4: Scopus Citation Overview

Nesta seção, pode-se selecionar o período desejado para análise dos artigos em “Date Range” (Figura 5, item 1), tendo em vista que a cobertura da Scopus iniciou-se em 1996. Feito isso, clicar em “Update” (Figura 5, item 2).

Figura 5: Seleção de Período para Análise de Arquivos

Logo abaixo, pode-se analisar a tabela com os artigos e suas respectivas citações ao ano (Figura 6).

Figura 6: Scopus - Ordenação de artigos em Citation Overview

A lista de artigos pode ser visualizada em ordem descendente ou ascendente, de acordo com número de citações. Outra opção é a visualização por data (Figura 7).

Figura 7: Scopus - Ordenação da lista de artigos

Também é possível ver o gráfico do Índice-H clicando em “View h-graph” (Figura 8).

Figura 8: Opção de Gráfico do Índice-H (View h-graph)

O gráfico do Índice-H apresenta no “eixo x” os artigos selecionados como um conjunto e no “eixo y” o número de citações para o conjunto de artigos. Na tabela, a faixa amarela indica o número máximo de artigos (9) que corresponde ao número máximo de citações (10), o que indica um Índice-H igual a 9. Mesmo que as citações a 9 artigos tenham sido 10, este ultrapassa a equiparação com o número de artigos que recebeu as citações, que são 9 (Figura 9).

Figura 9: gráfico do Índice-H artigos e respectivas citações

Como melhorar o Índice-H de um periódico

Algumas medidas podem ser tomadas para aprimorar o Índice-H de periódicos, relatadas a seguir.

Incentivo aos Artigos de Revisão

Os artigos de revisão recebem mais citações do que outros (RUIZ; GRECO; BRAILE, 2009), então, publicando este tipo de artigo, será maior o número de citações. Obviamente o objetivo primordial de um periódico é apresentar as inovações e pesquisas recentes de uma área ou campo de pesquisa presentes nos artigos inéditos. Além disso, os artigos de revisão podem favorecer somente os autores secundários e não os autores por estes citados, que são os primários, os quais efetivamente realizaram a pesquisa, quando são citados em detrimento da fonte original (VANZ; CAREGNATO, 2007).
Entretanto, os artigos de revisão podem ser amplamente utilizados por pesquisadores como subsídio na busca de inovações, preferencialmente buscando as fontes primárias ali citadas e citando a ambos, tanto o artigo de revisão quanto o original em suas publicações resultantes da pesquisa. Dessa forma, a publicação de artigos de revisão em um periódico pode ser uma alavanca para o seu uso e daí a importância de se dar um espaço a estes, que retroalimentam o processo de desenvolvimento de novas pesquisas.

Padronização de Nomes de Autores

Deve-se assegurar que os perfis de autores sejam consolidados e padronizados nas bases de dados, ou seja, todos os artigos de um pesquisador estão sendo efetivamente atribuídos a ele? Tendo perfis diferentes na mesma base de dados ou em bases diversas, o autor terá o seu Índice-H reduzido. Para mais informações sobre a padronização de nomes de autores leia o artigo: Importância da padronização dos nomes de autores nos periódicos para maior visibilidade. Para mais informações sobre padronização de autores em periódicos, leia o artigo Importância da padronização dos nomes de autores nos periódicos para maior visibilidade.

Para mais informações sobre o Índice-H SCOPUS, entre em contato com a Comissão para Elaboração do Portal de Periódicos UFSCar pelo e-mail .

Bibliografia Consultada

 ELSEVIER. About Scopus. Disponível em: <https://www.elsevier.com/solutions/scopus>. Acesso em: 11 maio 2016.

ELSEVIER. Library Connect. Talking to your researchers about the h-index. Disponível em: <https://libraryconnect.elsevier.com/articles/talking-your-researchers-about-h-index?utm_campaign=Library%20Connect%20Newsletter&utm_campaignPK=165517338&utm_term=OP19251&utm_content=220673959&utm_source=32&BID=649400809&utm_medium=email&SIS_ID=35641>. Acesso em: 22 jun 2016.

MARQUES, F. Os limites do índice-H. Revista Pesquisa FAPESP, n. 207, maio. 2013. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/05/14/os-limites-do-indice-h/>. Acesso em: 10 maio 2016.

RUIZ, Milton Artur; GRECO, Oswaldo Tadeu; BRAILE, Domingo Marcolino. Fator de impacto: importância e influência no meio editorial, acadêmico e científico. Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular v. 24, n. 3, p. 273–278 , 2009.

THOMSON REUTERS. ResearcherID. Disponível em: <www.researcherid.com>. Acesso em: 01 jul 2016.

VANZ, Samile Andréa de Souza; CAREGNATO, Sônia Elisa. Estudos de citação: uma ferramenta para entender a comunicação científica. Em questão v. 9, n. 2 , 2007. Disponível em: <http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/revistaemquestao/article/viewArticle/364>. Acesso em: 14 jul. 2016.