Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Como obter o Índice H de um periódico pela base de dados Scopus?

Como obter o Índice H de um periódico pela base de dados Scopus?

por SeABD Noticias publicado 17/02/2017 23h00, última modificação 17/02/2017 23h01
O Índice-H é um importante indicador de qualidade e relevância na produção científica. Saiba como ele é calculado o e como visualizar este índice na base de dados Scopus, da editora Elsevier.

O que é Índice-H?

O Índice-H foi proposto em 2005 pelo professor Jorge Hirsch da Universidade da Califórnia. O seu método consiste em relacionar o número de publicações científicas com o número de suas citações, tornando-se um parâmetro avaliativo do autor.

Em pouco tempo este índice foi adotado não só para avaliar pesquisadores, mas também universidades, grupos de pesquisa e revistas científicas. A vantagem deste índice é sua simplicidade e objetividade, resumindo em um único número a produtividade e a relevância do trabalho científico.

Como se calcula o Índice-H de um periódico?

O Índice-H de um periódico é definido considerando o total de artigos publicados neste periódico em um determinado período, equiparando ao total de citações feitas, este conjunto de artigos. que tem um número de citações máximo equivalente ao total de artigos da revista em um determinado período. Por exemplo, um periódico que tenha um Índice-H 9 em um período de 2 anos significa que pelo menos 9 artigos receberam 9 citações no período.

Um índice-H para um conjunto de artigos selecionados com um Índice-H de 12 significa que, do número total de documentos selecionados para produzir o gráfico, 12 dos documentos foram citados pelo menos 12 vezes. Os documentos publicados com menos citações do que h, neste caso, menos de 12, são considerados, mas não contaria no Índice-H.

É importante ressaltar que o Índice-H não é um valor estático, pois depende da amostragem utilizada para o cálculo. Por exemplo, dentro de um período de 1 ano, supondo que este ano seja 2013, o cálculo feito em 2014 pode ser diferente em 2015 ou 2016, pois o mesmo conjunto de artigos poderá receber mais citações nos anos posteriores.

Como obter o Índice-H pela Scopus? 

Para obter o Índice-H dos periódicos da base Scopus (Figura 1) acessar a base por meio do Portal de Periódicos CAPES. Para aprender a acessar bases no Portal CAPES, ler este artigo.

Figura 1: Scopus - Página Inicial

 No site da Scopus, insira o no campo de busca o nome do periódico e selecione a categoria "Source Title" (Figura 2).

Figura 2: Scopus - Busca na Página Inicial

 

Na página de resultados da busca, selecione todos os artigos usando a caixa de seleção e a opção "Select All". Em seguida, clique no menu ao lado, “View citation overview” (Figura 3).

Figura 3: Scopus - Página de Resultados

 

Na página Citation Overview, selecione o período desejado para análise dos artigos em “Date Range”, tendo em vista que a cobertura da Scopus iniciou-se em 1996. Feito isso, clique em “Update” (Figura 4).

Figura 4: Scopus - Citation Overview

 


Abaixo do gráfico ficam dispostos o número de citações e o Índice-H de cada artigo da revista científica (Figura 5).

Figura 5: Scopus - Ordenação de artigos em Citation Overview

A lista de artigo pode ser visualizada em ordem descendente ou ascendente, de acordo com número de citações. Outra opção é a visualização por data (Figura 6).

Figura 6: Scopus - Ordenação da lista de artigos

 

Também é possível ver o gráfico do Índice-H clicando em "View h-graph" (Figura 7).

Figura 7: Scopus - Ordenação da lista de artigos

Também é possível ver o gráfico do Índice-H clicando em “View h-graph” (Figura 8).

Figura 8: Opção de Gráfico do Índice-H (View h-graph)

 

O gráfico do Índice-H apresenta no eixo x os artigos selecionados como um conjunto e no eixo y o número de citações para o conjunto de artigos. Na tabela, a faixa amarela indica o número máximo de artigos (9) que corresponde ao número máximo de citações (10), o que indica um Índice-H igual a 9. Mesmo que as citações a 9 artigos tenham sido 10, este ultrapassa a equiparação com o número de artigos que recebeu as citações, que são 9 (Figura 9).

Figura 9: gráfico do Índice-H artigos e respectivas citações

Como melhorar o Índice-H de um periódico

Algumas medidas podem ser tomadas para aprimorar o Índice-H de periódicos, relatadas a seguir.

Incentivo aos Artigos de Revisão

Os artigos de revisão recebem mais citações do que outros (RUIZ; GRECO; BRAILE, 2009), então, publicando este tipo de artigo, será maior o número de citações. Obviamente  o objetivo primordial de um periódico é apresentar as inovações e pesquisas recentes de uma área ou campo de pesquisa presentes nos artigos inéditos. Além disso, os artigos de revisão podem favorecer somente os autores secundários e não os autores por estes citados, que são os primários, os quais efetivamente realizaram a pesquisa, quando são citados em detrimento da fonte original (VANZ; CAREGNATO, 2007).

Entretanto, os artigos de revisão podem ser amplamente utilizados por pesquisadores como subsídio na busca de inovações, preferencialmente buscando as fontes primárias ali citadas e citando a ambos, tanto o artigo de revisão quanto o original em suas publicações resultantes da pesquisa. Dessa forma, a publicação de artigos de revisão em um periódico pode ser uma alavanca para o seu uso e daí a importância de se dar um espaço a estes, que retroalimentam o processo de desenvolvimento de novas pesquisas.

Padronização de Nomes de Autores

Deve-se assegurar que os perfis de autores sejam consolidados e padronizados nas bases de dados, ou seja, todos os artigos de um pesquisador estão sendo efetivamente atribuídos a ele? Tendo perfis diferentes na mesma base de dados ou em bases diversas, o autor terá o seu Índice-H reduzido. Para mais informações sobre a padronização de nomes de autores leia o artigo: Importância da padronização dos nomes de autores nos periódicos para maior visibilidade.

Para mais informações sobre o Índice-H SCOPUS, entre em contato com a Comissão para Elaboração do Portal de Periódicos UFSCar pelo e-mail  periodicosufscar@gmail.com.

Bibliografia Consultada

ELSEVIER. About Scopus. Disponível em: <https://www.elsevier.com/solutions/scopus>. Acesso em: 11 maio 2016.

MARQUES, F. Os limites do índice-h. Revista Pesquisa FAPESP, n. 207, maio. 2013. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/05/14/os-limites-do-indice-h/>. Acesso em: 10 maio 2016.